Colares que não salvam

Coloco a guia de Oxalá, peço paz e harmonia.
Sinto o axé de Ogum, nas contas vermelhas e brancas.
Peço a Oxum que me abençoe e traga mais amor.
Coloco a guia de Xangô e peço justiça e com a energia de Cosme e Damião sintonizo a pureza.
Clamo a Obaluaê por saúde e evolução. Nanã, por sabedoria e paciência.
Com as forças das matas, Oxóssi irá me tornar caçador.
E Iansã, ahhhh Iansã… que seus ventos levem o mal para o lado de lá.

Coloquei todas as minhas guias no pescoço, fiz minha oração. Rezei, a reza forte, pedindo toda a proteção. Esperei, esperei, julguei, julguei.

– Como podem pessoas ruins alcançarem as graças de Deus e eu não?

Fechei os olhos, orei, orei, orei… Os Orixás não me ajudaram.
Não entendi, refleti e parei.

Os colares não me ajudam, sem que eu seja a minha própria lei.

Axé!
João Paulo Francisco – Médium e escritor

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s